Grupo Recuperando Vida

Skunk vs Haxixe: Qual a diferença entre os dois?

Skunk vs Haxixe: Qual a diferença entre os dois?

Skunk vs Haxixe: Qual a diferença entre os dois?

A maconha é a droga mais consumida no mundo, de acordo com relatórios da Organização das Nações Unidas (ONU). Em todo o mundo, também há uma variedade de Cannabis. Isso influencia no método como a droga é utilizada em muitos países.

O haxixe, por exemplo, é a resina da maconha, possui cor escura, é vendido em forma de massinhas e tem alta concentração de THC. O skunk, por sua vez, também é uma droga ilícita produzida a partir de uma espécie híbrida da Cannabis sativa. Isso quer dizer que são utilizados cruzamento de variedades de maconha para se obter o skunk.

O nome skunk quer dizer gambá em português, justamente por causa do odor mais forte dessa nova planta. Cultivada de forma diferente, o objetivo é conseguir uma maior concentração de THC, a substância responsável pelos efeitos psicoativos no organismo.

Concentração de THC no skunk chega a sete vez mais que na maconha

A droga, que foi desenvolvida em laboratórios, é cultivada em ambiente controlado (com nutrientes e iluminação adequados) e por meio de estufas hidropônicas. Isso faz com que a concentração de THC no skunk chegue a sete vezes mais que na maconha.

Por causa das técnicas de cultivo, a nova planta cresce muito mais rápido e ocupa um espaço bem menor. Se uma espécie comum mede aproximadamente 1,8m, a planta cultivada em ambientes adequados chega a 30 cm, no máximo.

Como consequência dos custos de produção, o skunk é considerado uma droga de ricos, pois o preço é muito mais alto que o da maconha comum. As sensações ao utilizar a droga, também, são muito mais intensas, justamente por causa da alta concentração de THC. Primeiro, a droga é absorvida pelo fígado e, na sequência, alcança o cérebro.

Consumo de skunk e haxixe causa alterações no organismo

O uso da substância causa alterações na dopamina e na serotonina do organismo. Com isso, o indivíduo pode ter dificuldade de concentração, lapsos de memória e até problemas na coordenação motora. Aumento do apetite, pupilas dilatadas, excitação e até alucinações estão dentre os efeitos da droga.

Esses mesmos efeitos estão presentes no consumo do haxixe. Essa substância, no entanto, possui concentração de THC de 8% a 14%. São três os tipos de haxixe:

 

  • Resina obtida através do líquido da planta;
  • Erva dos caules e sementes da Cannabis;
  • Óleo da Cannabis.

A droga é utilizada como fumo em cachimbos, mas também pode ser utilizada como chá. Algumas pessoas a utilizam em comidas, como brigadeiros. A forma mais comum de consumo, porém, são os cachimbos.

Os efeitos do haxixe aparecem a curto prazo e incluem olhos vermelhos, aumento da taquicardia, tosse, sonolência, alterações na memória e dificuldade em realizar atividades que exijam concentração.

Dependência tem a ver com efeitos psicológicos

A dependência tanto do skunk quanto do haxixe está relacionada aos efeitos psicológicos no organismo, uma vez que o indivíduo procura aumentar as sensações conquistadas a cada novo uso.

Quando consumida em alta quantidade, o haxixe causa ansiedade, pânico e até paranoias. O skunk, por sua vez, potencializa esses efeitos e triplica o risco de desenvolver psicose, de acordo com estudos do King’s College de Londres.

Diante desse cenário, é fundamental que a pessoa procure ajuda médica e psicológica. Se algo não vai bem, é importante tentar resolver da forma mais racional possível. Isso significa comunicar o problema a familiares e amigos. As drogas nunca são a solução – o tratamento sim. Consulte um especialista!

 

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

[ratings]