Tratamento para Dependentes Químicos

Tratamento para Dependentes Químicos

Existem diversos tipos de tratamento para dependentes químicos a disposição, desde atendimentos terapêuticos profissionais até internações em clínica de recuperação para dependentes químicos. Neste artigo abordamos os tipos de tratamento mais acessíveis e mais eficazes para o tratamento da dependência química.

Avaliação inicial do tratamento de dependentes químicos

Seja qual for o caso, a avaliação inicial da dependência química tem o objetivo de coletar informações sobre a pessoa afim de identificá-lo social, demográfica e economicamente, examinar seu estado de saúde, possíveis alterações, identificar sua história clínica, seus antecedentes familiares, para então, diagnosticar e planejar o tipo de tratamento para dependentes químicos mais adequado para o paciente.

Deve-se considerar alguns pontos para se desenvolver uma avaliação que especifique com triagem quanto ao uso, abuso e dependência de drogas através de profissionais da saúde.

Análise Inicial Tratamento para Dependência Química

Sintomas Sinalizadores:

  • Distúrbio do Sono;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Humor instável;
  • Irritabilidade exagerada;
  • Alteração da memória e percepção da realidade;
  • Faltas frequentes no trabalho ou na escola ou diante de compromissos sociais;
  • Alteração da pressão arterial;
  • Problemas gastrointestinais;
  • História de trauma e acidentes frequentes;
  • Disfunção sexual.

Após o exame psíquico, a história do problema até a anamnese completa é realizado, também o exame físico. É de suma importância para o tratamento de dependentes químicos que se examine o início do uso de drogas e outras ocasiões e eventos relacionados como o último uso de droga, quantidade de drogas, ambiente e outros.

Ao fina da avaliação inicial, e feito o rastreamento dos problemas relacionados ao uso de drogas, o diagnóstico poderá ser:

  • Uso sem problemas, onde é recomendado ao paciente que não existe uso seguro de drogas, além da retomada à vida familiar;
  • Uso com problemas, mas sem dependência, onde sugeri-se a redução ou paralisação do consumo, desde que o paciente assuma a responsabilidade de mudar seu comportamento e dando continuidade em um tipo de tratamento de drogas;
  • Uso dependente, quando são detectados sinais e sintomas de tolerância e problemas em consequência do uso, sendo que uma investigação aprofundada realizada por um especialista revelará o diagnóstico.

Tipos de tratamento para dependentes químicos

Os tipos de tratamento para dependentes químicos são variados, no entanto, os ambientes de tratamento formatam ótimos centros para o cuidado de dependentes de drogas. Vejamos os ambientes de tratamento para a dependência química:

  • Rede Primária de Atendimento à Saúde

Tratamento para Dependentes Químicos Ambulatorial São redes de Atenção Primária à Saúde (APS) onde o dependente químico tem o primeiro contato com profissionais da saúde para se ter uma base sobre o diagnóstico do paciente ou até mesmo para se ter um encaminhamento para a continuidade de um tratamento para sua dependência química em outro ambiente de tratamento.

  • Unidades Comunitárias de Álcool e Drogas

Tratamento de Dependentes Químicos Unidades ComunitáriasAs unidades comunitárias de álcool e drogas são alternativas ao tratamento hospitalar e às clínicas de recuperação para dependência química especializadas. Tais unidades como os Centros de Atenção Psicossociais (CAPS), sobretudo os CAPS-AD (Álcool e Drogas), procuram oferecer mais opções de serviços e estar em maior contato com a comunidade.

As unidades comunitárias estão mais próximas das redes primárias e de saúde mental locais, conhecendo melhor os recursos de ambas o que facilita o tratamento da dependência química. Os agentes capacitados destas unidades são da própria comunidade e conhecem e entendem bem a realidade local.

  • Unidade Ambulatorial Especializada

Uma unidade ambulatorial especializada é um centro de tratamento para dependentes químicos especializado com equipe multidisciplinar, como médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e outros profissionais.

Os tratamentos ambulatoriais são uma ótima opção para os dependentes químicos, desde que eles queiram se tratar de sua dependência, caso contrário, vale ressaltar a importância da Internação Involuntária para o tratamento de dependentes químicos, que veremos mais adiante.

  • Moradia Assistida

A moradia assistida é uma excelente opção para o tratamento da dependência química, cuja sua função é proporcionar um ambiente estável e protegido para dependentes químicos em recuperação. Com a garantia de um teto para sua moradia, o paciente pode se dedicar com muito mais tranquilidade à procura de um emprego, retorno aos estudos ou criação de seus filhos.

É importante lembrar que, na maioria dos casos, a moradia assistida é adequada para o paciente que já está em recuperação à um período de tempo em sobriedade contínua, não mais na fase da síndrome de abstinência e já frequentando terapias individuais e grupos de ajuda como Narcóticos Anônimos.

  • Clínica de Recuperação Especializada para Tratamento de Dependentes Químicos

A clínica de recuperação para tratamento de dependentes químicos é o ambiente ideal para o início da reabilitação do dependente por ser estruturada com uma equipe multidisciplinar e oferecer, além do tratamento voluntário, serviços de Internação Involuntária e Internação Compulsória, pois muitos dependentes químicos não enxergam a necessidade de um tratamento por diversos motivos ou não querem parar de usar drogas. Para estes casos, a clínica de reabilitação é o início de uma jornada de recuperação.

Além da clínica especializada para dependentes de drogas, veja também a clínica de reabilitação para alcoólatras no caso do alcoolismo.

Qual o Melhor Tratamento para Dependentes Químicos

O melhor tratamento para dependentes químicos é aquele no qual o paciente se identifica, cujo ambiente e os profissionais conseguem criar uma atmosfera de bem estar para que o paciente sinta como que numa segunda casa, que sinta segurança, confiança e amparo.

Temos visto que na maior parte dos casos de dependência química, o dependente não aceita um tratamento num primeiro momento. Para estes casos é essencial que a família do dependente proporcione um tratamento mesmo que involuntário.

Isso para que a pessoa dependente tenha a oportunidade de, no mínimo, se passar por uma tratamento de desintoxicação e se conscientizar acerca do seu problema com drogas, de sua doença, para que se tenha um mínimo de conhecimento de si mesmo, da dependência química e das ferramentas de recuperação existentes para que, após o tratamento involuntário, a pessoa dependente tenha a possibilidade de escolher entre continuar limpo em recuperação ou voltar ao uso.

Tratamento Medicamentoso para Dependência Química

Geralmente, o tratamento medicamentoso para dependentes químicos é utilizado junto com outros tipos de tratamentos terapêuticos como terapias psiquiátricas, psicológicas, individuais, em grupo, frequência em grupos de apoio como Narcóticos Anônimos, entre outros.

Embora existam remédios para tratar do dependente de drogas, o tratamento medicamentoso por si só representa 5% para o sucesso da reabilitação do dependente químico. Os outro 95% dependerá do próprio paciente, desde que ele já esteja querendo se tratar, ou seja, desde que ele aceite se recuperar e faça o que é necessário para se manter sóbrio.

Tratamento Caseiro de Dependentes Químicos

O tratamento caseiro para dependentes químicos é possível, principalmente assistido por um profissional Acompanhante Terapêutico ou uma equipe de Home Care.

No entanto, sugerimos que o tratamento para dependentes químicos seja realizado em convívio com demais pessoas, principalmente junto de outros dependentes em tratamento, pois o dependente de drogas tem a tendência de isolar-se das pessoas, da sociedade, vivendo com suas próprias ideias em seu próprio mundo, o que não funciona como tratamento, muito pelo contrário, colabora com a doença da drogadição e não com sua recuperação.

Conclusão

A dependência química é uma doença que afeta física, emocional e espiritualmente a vida do indivíduo, causando a desestruturação social, familiar, no ambiente de trabalho, escola ou qualquer outro local da qual o usuário faça parte, afetando diretamente todos que estão ao seu redor.

O tratamento do dependente químico é bastante simples, na verdade, desde que o paciente já tenha se conscientizado de sua doença e realmente esteja disposto a entrar em recuperação, apesar das dificuldades envolvidas. Simples, no entanto, não quer dizer fácil, e o paciente precisa estar disposto a enfrentar o problema.

Para isso, a Clínica de Recuperação Grupo Recuperando Vida batalha para fazer jus ao seu nome, oferecendo o que há de melhor e mais moderno em tratamento a todos seus pacientes, oferecendo um serviço especializado através de programas com uma filosofia favorável à recuperação, contando com a dedicação e apoio de profissionais com altíssimo nível de qualificação. São projetos desenvolvidos para cada idade e perfil, seja criança, adolescente ou adulto.

Venha conhecer de perto nossas instalações e tudo que criamos exclusivamente para você.