Overdose de cocaína: o que fazer?

Overdose de cocaína: o que fazer?

A cocaína é uma das drogas mais viciantes. Ela tem um expressivo poder estimulante e causa a dependência química com possibilidade de criação de tolerância, que leva o usuário a utilizar doses cada vez maiores da substância.

Neste contexto, a overdose de cocaína é uma ocorrência comum e de alta gravidade. Vale destacar que mais da metade das mortes relacionadas ao uso de drogas em todo o mundo é causada por overdoses. No entanto, muitas pessoas não sabem como reconhecer uma overdose de cocaína ou de outras drogas e, principalmente, não sabem como ajudar.

Com este artigo, você vai conhecer os principais sintomas da overdose de cocaína e o que fazer diante desta situação.

O que ocorre no organismo durante a overdose de cocaína?
A toxicidade e o potencial danoso de uma superdosagem estão diretamente relacionados com a pureza da droga, bem como com a forma de administração. Assim, a potência da substância e o método de uso podem impactar na gravidade dos sintomas da overdose.

No entanto, de uma forma geral, o organismo responde a toxicidade da alta dose de droga com falência dos órgãos. Quando uma pessoa utiliza uma dose excessiva da substância, o resultado pode incluir convulsões, arritmia ou parada cardíaca e parada respiratória.

Ou seja, invariavelmente, é necessário que se obtenha atendimento médico com urgência. Neste contexto, a rapidez no acesso aos cuidados hospitalares pode ser significativa não apenas para salvar a vida do usuário, que corre sério risco, mas também para, em caso de sobrevivência, proporcionar uma redução dos danos ao organismo.

Os principais sintomas da overdose de cocaína
A overdose de cocaína pode ser reconhecida por meio da identificação de alguns sintomas gerais, que podem surgir de forma gradual, com maior ou menor intensidade e velocidade de evolução. Estes estão diretamente relacionados com os efeitos esperados do uso do fármaco, que é um estimulante do Sistema Nervoso Central.

Assim, em caso de overdose de cocaína, é possível identificar:

  • Aumento expressivo e perigoso da temperatura corporal;
  • Sudorese exagerada;
  • Náuseas e vômito;
  • Dores na região do peito;
  • Tremores;
  • Confusão;
  • Hiperatividade;
  • Irritação;
  • Aumento da pressão e da frequência cardíaca;
  • Paranoia e psicose;
  • Convulsões;
  • Acidente vascular cerebral.

O que fazer em caso de overdose de cocaína

Se você usou a droga e está experimentando os sintomas acima, ou presenciar alguém nestas condições, a primeira atitude deve ser chamar a emergência médica. Para ajudar alguém durante uma crise, caso a pessoa esteja consciente, procure tranquilizá-la.

Enquanto aguardam socorro, siga estas outras ações importantes:
  • Afrouxe roupas apertadas;
  • Se possível, monitore a pulsação, o ritmo respiratório e a pressão arterial;
  • Se a respiração ou o pulso cessarem, tente realizar uma manobra de reanimação cardiorrespiratória;
  • Em caso de convulsão, afaste objetos e móveis, vire a pessoa lateralmente e não tente segurá-la. Procure acalmá-la
  • enquanto a crise não cessa e o socorro não chega.

O atendimento médico pode incluir o uso de benzodiazepínicos para controlar as convulsões, bem como tratamento respiratório, emprego de nitratos para a dor torácica e outras intervenções que se façam necessárias.

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

950 votes, average: 4,90 out of 5950 votes, average: 4,90 out of 5950 votes, average: 4,90 out of 5950 votes, average: 4,90 out of 5950 votes, average: 4,90 out of 5 (950 votes, average: 4,90 de 5)
You need to be a registered member to rate this.
Loading...