Grupo Recuperando Vida

TDAH e drogas: qual a relação entre a doença e o uso de drogas?

TDAH e drogas: qual a relação entre a doença e o uso de drogas?

Você já ouviu falar na relação existente sobre TDAH e drogas? Muitos estudos a respeito dessa ligação têm sido feitos, e para tentar esclarecer um pouco mais em relação às inúmeras dúvidas que surgem sobre o assunto, fizemos este artigo.

Esperamos que suas dúvidas possam ser esclarecidas. Boa leitura!

Primeiro, vamos entender o que é TDAH

Trata-se, basicamente, de um transtorno de hiperatividade, atenção e impulsividade. No entanto, é necessário tomar cuidado para não o confundir com outros transtornos provenientes dessa doença (como a ansiedade, por exemplo).

Nos dias de hoje, cada vez mais pessoas estão ansiosas, o que se deve à rotina atribulada que nos deixa exaustos. Mas isso não quer dizer, necessariamente, que elas sofram com TDAH.

TDAH X Drogas – entenda a relação

Segundo alguns estudos na área, pessoas que sofrem com a doença TDAH são mais propensas a fazerem uso abusivo de drogas. Cerca de 20% a 50% de pessoas que são dependentes de álcool possuem esse transtorno. Já no vício em opioides e cocaína, 45% dos usuários também sofrem com TDAH.

E o que relaciona uma coisa à outra?

Basicamente todos os sintomas caudados pelo transtorno TDAH. A pessoa que sofre com essa doença também é ansiosa, impulsiva e com baixa autoestima, sendo assim, o consumo de drogas é uma maneira de se sentir aceito acima de qualquer coisa, bem como de amenizar dores e conseguir diminuir o turbilhão no qual a mente se encontra constantemente.

Esse uso, no entanto, é muito nocivo, inclusive porque pode acabar desencadeando um nível de dependência por parte do indivíduo que, além de lidar com os sintomas do TDAH, ainda precisará enfrentar um tratamento para conseguir se livrar do vício em drogas. Mas é preciso ressaltar também, que não são todas as pessoas que sofrem com esse transtorno que buscarão nas drogas uma maneira de se sentirem confortáveis.

Ainda de acordo com algumas pesquisas, a fase que corresponde à adolescência do indivíduo com TDAH é a mais provável para que o abuso de drogas possa acabar acontecendo. Isso porque a adolescência é uma fase complicada para todo e qualquer indivíduo, e para o adolescente com TDAH, é um momento ainda mais complicado.

A necessidade constante de ser aceito, o medo de ser julgado, a baixa autoestima, o receio da rejeição por parte dos amigos, tudo acaba contribuindo para que o adolescente com TDAH acabe usando uma quantidade cada vez maior de drogas, podendo desencadear um vício.

Portanto, se você possui filhos ou conhece crianças e/ou adolescentes que sofrem com o transtorno TDAH, uma maneira preventiva de que eles não acabem se envolvendo com drogas na tentativa de saciar suas frustrações é conversar com eles a respeito de outras formas de lidar com o transtorno e com todo o mal-estar gerado pelo problema.

As drogas nunca podem ser vistas como uma espécie de conforto ou refúgio, pois esse é o primeiro fator que acaba gerando a dependência e o vício em si.

Esperamos poder ter ajudado a tirar suas dúvidas sobre esse assunto!

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

[ratings]