Grupo Recuperando Vida

Os perigos que as drogas sintéticas trazem para o organismo

Os perigos que as drogas sintéticas trazem para o organismo

67 / 100 SEO Score

Os perigos que as drogas sintéticas trazem para o organismo A cada dia fica mais comum o uso de drogas pelos jovens, e a maioria tem, em seus relatos, experiência com inúmeras substâncias. Um grupo de drogas que teve origem na década de 80 vem alarmando ainda mais a preocupação de pais e familiares, estamos falando das drogas sintéticas.

Drogas sintéticas, o que são afinal?

As chamadas drogas sintéticas são misturas e substâncias que foram criadas em laboratórios. E seu foco principal é promover efeitos similares às drogas que são naturalmente obtidas.
Isso significa que as mesmas podem afetar, em especial, ações referentes ao sistema nervoso. E a maioria dos componentes existentes nas drogas sintéticas também é encontrada na própria natureza.

Alguns exemplos de drogas sintéticas 

Existem diferentes tipos de drogas sintéticas. Entre as mais conhecidas está a 3,4 – metilenodioximetanfetamina – conhecida como ecstasy ou na gíria popular a famosa “bala”, uma droga muito comum em festas de música eletrônica. Isso porque a mesma tem efeitos alucinógenos e estimulantes. Além dessa existem outros tipos de drogas sintéticas, vamos citar quais são elas.

LDS – ácido lisérgico

Essa é uma droga sintética, que tem em sua composição substâncias muitos parecidas com as que são encontradas em cogumelos alucinógenos. O LSD pode promover tanto alucinações como os chamados “flashbacks”, que podem ocasionar a lembrança de experiências já vividas com a utilização da droga, mesmo que não esteja sob o efeito da mesma. Seus maiores riscos são os problemas psíquicos que a droga acarreta.

Quetamina – Special K

Na década de 70 essa droga era utilizada como anestésico e é uma enorme destruidora de todo o sistema nervoso central. Pode desencadear, com sua utilização, alucinações profundas, entorpecimento, problemas respiratórios, distorções visuais, elevação da pressão cardíaca e etc.

Krokodil

Essa é uma droga que tem como substância principal a desomorfina, ou seja, uma versão mais popular e mais em conta que a famosa heroína. Os danos que essa droga acarreta à saúde são: gangrenas, necroses e ulcerações por toda a pele.

PMA – parametoxianfetamina

Essa droga sintética tem efeitos muitos semelhantes aos que citamos sobre o ecstasy, mas normalmente são notados tardiamente. O que isso sugere? Que os usuários acabam aumentando as doses, por acreditarem que a mesma não esteja causando seus efeitos. Nesses casos, muitos usuários acabam ingerindo superdoses, que em diversos casos causam morte súbita.

 Efeitos das drogas sintéticas para a saúde

As chamadas drogas sintéticas afetam, como toda e qualquer droga lícita ou ilícita, diretamente o corpo humano de uma maneira extremamente negativa.

Os principais efeitos e consequências são: alucinações profundas, náuseas, desidratação, alterações na pressão arterial, exaustão, choque cardiorrespiratório, aumento da temperatura corporal, convulsões, diminuição da concentração de sódio no sangue, surtos psicóticos, danos cerebrais e, em alguns casos, até a morte.

É preciso se manter atento à utilização deste tipo de drogas, tanto quanto qualquer outro tipo, mas essas, em especial, precisam de maiores cuidados por não promoverem sintomas perceptíveis caso a pessoa não esteja sob efeito das mesmas. Fique atento às reações do seu filho!

 

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643