Grupo Recuperando Vida

haxixe e maconha qual a diferenca 1

Haxixe e maconha: qual a diferença?

Haxixe e maconha: qual a diferença?

É bastante comum as pessoas acharem que o haxixe e a maconha se tratam da mesma droga, uma vez que ambas são originárias da planta cannabis. Apesar de elas causarem efeitos colaterais e levarem ao vício, elas possuem algumas diferenças.

As informações presentes neste artigo irão te ajudar a compreender a diferença entre o haxixe e a maconha. Acompanhe!

Maconha, o que é?

Originária da planta Cannabis sativa, a maconha é uma das drogas mais consumidas do mundo. Em alguns países, incluindo o Brasil, a maconha é considerada um tabu, devido ao fato de ela poder ser utilizada para fins medicinais, tratando doenças como o glaucoma e inibir o câncer.

 

Apesar de ela oferecer certos benefícios à saúde, o uso constante da droga pode gerar efeitos colaterais ao organismo, incluindo a vontade de experimentar drogas mais pesadas, levando à dependência química.

 

Os efeitos proporcionados pela maconha são os mesmos do haxixe, porém mais amenos, por conta do teor de THC.

 

Haxixe, o que é?

Também conhecido como “chocolate” e “pretinho”, o haxixe é uma substância extraída dos frutos e flores da Cannabis indica ou sativa.

 

O que difere o haxixe da maconha é a concentração de tetrahidrocannabinol (THC), composto encontrado na planta. Enquanto a maconha possui uma quantia de aproximadamente 4%, o haxixe traz até 14% dele. É o THC o responsável de aumentar os efeitos da droga no organismo.

 

Sendo assim, os efeitos do haxixe são os mesmos da maconha, porém mais intensos. São eles:

 

– Redução dos reflexos e falta de coordenação;

 

– Aumento da sensibilidade;

 

– Olhos vermelhos;

 

– Sonolência;

 

– Boca seca;

 

– Ansiedade e euforia;

 

– Sensibilidade à luz;

 

– Aumento da frequência cardíaca;

 

– Sensação de bem-estar;

 

– Distração;

 

– Tosse e garganta seca;

 

– Aumento do apetite.

 

Contudo, os efeitos podem variar de usuário para usuário, levando em consideração as características do usuário, da própria droga e da forma como ela é consumida. Vale destacar que o haxixe não precisa necessariamente ser misturado ao tabaco.

 

Normalmente quem faz uso da droga são pessoas já familiarizadas com a maconha e que buscam efeitos mais fortes.

 

Maconha, a porta de entrada para outras drogas

Para muitos, a frase soa como um clichê, mas é a mais pura verdade. É claro que tal afirmação não deve ser generalizada, mas, é preciso ter em mente que usuários com maior inclinação à dependência podem ver na maconha (ou no haxixe) uma porta de entrada para a experimentação de drogas como cocaína, dado o seu fácil acesso.

 

A duração dos efeitos da maconha pode variar entre 5 a 12 horas, dependendo da forma como ela foi consumida. Quando estes efeitos passam, o usuário sente uma necessidade de se refugiar a drogas mais pesadas e com efeitos mais intensos, seja para continuar se sentindo bem ou para aliviar tensões.

 

Na medida em que o indivíduo passa a consumir a maconha com mais frequência, seu organismo a absorve com mais facilidade, resultando na redução de seus efeitos. Para reverter esta situação o usuário tem duas opções: aumentar a quantidade da cannabis ou substitui-la por uma droga mais pesada. E é aí que mora o perigo.

 

O que fazer em caso de vício?

Quando uma pessoa se torna dependente das drogas, toda a sua família sofre as consequências. A solução para este problema é buscar ajuda profissional.

 

Uma clínica de reabilitação é a melhor opção, pois seus tratamentos contam com profissionais especializados das mais diversas áreas.

 

Com médicos, psiquiatras, psicólogos, enfermeiras, nutricionistas, terapeutas, entre outros profissionais; a clínica de recuperação Recuperando Vida trata a dependência química e alcoólica, visando recuperar o paciente tanto em seu aspecto físico quanto psicológico e espiritual.

 

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643