Grupo Recuperando Vida

Drogas Alucinógenas: Quais os efeitos que ela causa no usuário?

Drogas Alucinógenas: Quais os efeitos que ela causa no usuário?

Alucinação é dentro dos conceitos médicos a capacidade do indivíduo perceber coisas, pessoas e fatos sem que eles estejam, de fato presentes ou acontecendo.

Essas alucinações podem acontecer de duas formas, sendo uma por meio visual e a outra através da audição. Existem distúrbios psicológicos que desencadeiam alucinações, mas neste artigo, vamos falar sobre as substâncias químicas consumidas por usuários de drogas alucinógenas e que interferem de forma significativa nas funções cerebrais.

As drogas alucinógenas são assim denominadas pela capacidade que suas substâncias têm de causarem alucinações aos usuários. São conhecidas por diversos nomes como: Alucinógeno, droga psicodélica e droga alucinógena.

Os compostos químicos presentes na substância geram alterações nas funções do cérebro resultando em sensações e visões que não acontecem no momento.

História dos Alucinógenos

A maioria dos alucinógenos são provenientes das plantas, cujas origens de uso parte dos nossos antepassados que conforme foram conhecendo a natureza e utilizando de seus recursos, passaram a considerar as alucinações como algo “divino”.

Cultuou-se a crença de que as alucinações eram mensagens enviadas pelos Deuses e percebemos que até nos dias atuais as plantas com essas substâncias são utilizadas em muitos rituais religiosos tanto para os processos de purificação quanto para a ligação do homem com seu Deus.

No decorrer do tempo, com o avanço da ciência e o estudos sobre essas propriedades químicas temos a sintetização delas em laboratório o que resulta na produção de alucinógenos sintéticos.

Sobre as ações dos alucinógenos e seus efeitos

Devemos considerar dois tipos de alucinógenos sendo os primários e os secundários. Os alucinógenos primários são aqueles que não atingem outras partes do corpo humano, somente as funções cerebrais por sua ação acontecer em doses muito pequenas.

No entanto, temos os alucinógenos secundários que, devido a sua síntese, acabam por ser mais fortes e possuírem a capacidade causar danos nas funções mentais e, por consequência, atingir outras partes do corpo humano.

Sobre os seus efeitos, os alucinógenos primários causam visões no usuário de sua substância, mesmo havendo um baixo consumo. Fisicamente, pode apresentar dilatação das pupilas, suor frio, taquicardia, enjoos e até vômito.

No entanto, os alucinógenos secundários podem interferir de forma significativa nas funções orgânicas do corpo humano, além de causar dependência química.

Muitos compostos foram descobertos no decorrer dos anos e atualmente essa premissa é contínua. Muitas dessas substâncias, além de causar alucinações intensas, tem a capacidade de atuar no organismo do usuário.

Modificando o comportamento do indivíduo e podendo deixá-lo mais agressivo ou depressivo, com sensações de euforia, agitação, medo, pânico, dentre outros sintomas.

Os efeitos das drogas alucinógenas no organismo podem variar de forma significativa, pois nota-se muita influência sobre o que o indivíduo está vivenciando em seu cotidiano, as dores que carrega e as desventuras que vivencia no seu círculo social.

As drogas alucinógenas atuam no sistema cerebral do indivíduo conforme a intensidade do uso de suas substâncias e seus efeitos são variáveis de acordo com a química de cada composto, assim como a capacidade do organismo interagir com o uso dessas substâncias.

 

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643