Grupo Recuperando Vida

dependencia quimica e transtorno mental qual a ligacao 1

Dependência química e transtorno mental: qual a ligação?

Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre a ligação existente entre a dependência química e os transtornos mentais. De acordo com um estudo feito pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, metade dos pacientes que são diagnosticados como dependentes de substâncias químicas também possuem algum transtorno mental. Essa pesquisa apenas reafirma os resultados obtidos por outros estudos de âmbito internacional, e que alerta ainda mais para a necessidade de se desenvolver um atendimento e também um tratamento especial para esse tipo de paciente.

Se você tem interesse por esse assunto, continue sua leitura. Abaixo trataremos de forma mais aprofundada sobre essa relação existente entre dependência química e transtornos mentais, esperamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

A depressão e o uso de drogas

A relação entre a depressão e o uso de drogas pode ser considerada como uma “via de mão dupla”, já que a doença pode levar ao uso das substâncias, e o uso das substâncias pode acabar desencadeando a doença. Ou seja, esse ciclo vicioso é muito perigoso justamente porque faz com que ambos os quadros se agravem continuamente.

Como a dependência química pode acabar agravando transtornos mentais como a depressão?
No caso da depressão, ela tende a ser agravada com o uso de substâncias químicas justamente pelo fato dessas substâncias provocarem a depressão do sistema nervoso central. Nas pessoas que já possuem predisposição genética para a depressão, o uso de drogas é um fator de risco maior ainda.

As drogas que podem acabar agravando o quadro depressivo são maconha, álcool, LSD, cocaína, entre outras.

Caminho inverso: como o transtorno mental pode acabar levando o indivíduo ao uso de drogas
Como já se sabe, o uso de drogas geralmente é motivado pela tentativa de curar feridas emocionais ou lidar com problemas e frustrações, geralmente são situações com as quais o indivíduo não pode lidar sozinho, mas acaba tentando através do uso de drogas.

Dessa forma, o uso de drogas entra como uma forma de “fugir” da realidade, criando para si, nem que seja apenas por alguns instantes, uma realidade onde não precisa se preocupar com aquilo que tanto o angustia. Na tentativa constante de fugir desses problemas e feridas emocionais, o indivíduo passa a consumir a droga com frequência, aumentando inclusive as doses para conseguir sempre o efeito desejado, o que desencadeia o vício.

Como funciona o tratamento para essas pessoas?

Como já notamos, é praticamente impossível (e até mesmo perda de tempo) tratar apenas a dependência química e deixar o transtorno mental de lado, já que um acaba provocando ou até mesmo agravando o outro.

Dessa forma, o mais indicado é que o paciente que sofre tanto com a dependência química quanto com qualquer transtorno mental, receba tratamento para os dois casos. Em casos que se mostrem mais graves, talvez seja necessária até mesmo a administração de medicamentos antidepressivos.

Esses quadros precisam ser tratados de forma séria e por um profissional justamente para evitar que o indivíduo acabe destruindo a si mesmo, ou até tentando tirar a sua própria vida.

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

[ratings]