Grupo Recuperando Vida

Dependência da cocaína: tudo que você precisa saber sobre esse vício

Dependência da cocaína: tudo que você precisa saber sobre esse vício

Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre a cocaína, inclusive porque ela é conhecida e utilizada em todo o mundo. Mesmo com a grande divulgação de quais são os seus efeitos colaterais, ainda existem muitas pessoas que não sabem ao certo o que essa droga provoca no organismo, nem o que acaba desencadeando a dependência da substância.

Se você deseja entender melhor sobre o assunto e como funciona o vício em cocaína, continue a leitura deste texto em que tratamos sobre a dependência da cocaína e tudo o que você precisa saber sobre esse vício que tira tantas vidas por ano.

Para começarmos, o que é de fato, a cocaína?

Tendo seu princípio ativo principal retirado da Erythroxylon coca, uma planta que só é encontrada nos países da América do Sul e da América Central, a cocaína é uma substância ilícita consumida pelos usuários em forma de pó pelas narinas.

Da planta Erythroxylon coca, é extraída a partir de duas fases, a substância alcaloide. Na primeira fase, a planta passa por uma prensa juntamente com gasolina ou querosene, o que resulta na pasta denominada de sulfato de cocaína. Após isso, na segunda fase essa pasta passa para o estado de pó com o auxilio do ácido clorídrico.

O que a cocaína provoca no organismo do usuário?

Logo após ser inalada, num primeiro momento a cocaína provoca sensações e sentimentos bons, além de acelerar o metabolismo do indivíduo. Para prolongar a sensação, o usuário acaba repetindo a dose que, com o passar do tempo, vai se tornando cada vez mais “fraca” em seu organismo, fazendo com que ele ache que precisa de doses mais fortes, instaurando o vício em cocaína.

O processo do vício na cocaína se dá justamente pela sua atuação direta no sistema nervoso central.  Assim, a sensação de bem-estar e euforia instantânea provoca no usuário uma alegria fora do comum, e é por isso que essa droga é uma das preferidas das baladas à noite, inclusive por pessoas que já apresentam quadros depressivos.

No entanto, quando o momento de euforia passa, o que fica é uma sensação de vazio, tristeza, ansiedade e paranoia. Fazendo com que o usuário queira sentir a euforia novamente, e volte a utilizar a cocaína.

O que a cocaína provoca no organismo do usuário em longo prazo?

É importante frisar que as consequências da cocaína em longo prazo são tanto físicas quanto emocionais, e vão muito além da sensação de tristeza, depressão e ansiedade. Muitas vezes, ela inclusive pode ser fatal.

Em longo prazo, o usuário começa a se tornar psicótico, pois passa a precisar de doses cada vez maiores da droga, comprometendo a saúde do seu corpo como um todo, passando inclusive a sofrer alucinações diariamente.

As chances de ter ataque cardíaco, derrame cerebral e pressão alta são muito elevadas, já que os vasos sanguíneos vão sendo permanentemente danificados. Enfim, o uso da cocaína vai matando o usuário aos poucos, tornando cada vez mais difícil que ele entenda que precisa de ajuda

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

[ratings]