Conheça as drogas que mais afetam a atividade mental dos usuários

Conheça as drogas que mais afetam a atividade mental dos usuários

Toda substância que não é produzida pelo organismo, mas que, ao ser consumida, tem a capacidade de alterar a funcionalidade do corpo, recebe a denominação de “droga”. As drogas, como se sabe, podem causar confusões e alucinações no usuário delas.

As drogas que agem no sistema nervoso são chamadas de psicotrópicas e possuem a capacidade de alterar os sentidos, como a visão e a audição e, dependendo da substância química, podem causar alterações de humor e comportamento. Essas drogas podem ser identificadas em três grupos:

-Drogas depressoras: as substâncias químicas desse tipo de droga diminuem a atividade do sistema nervoso, deixando o usuário mais calmo, desligado e lento. Temos como exemplo nesse grupo os narcóticos e o álcool.

-Drogas estimulantes: ao passo que as drogas depressoras desaceleram o sistema nervoso central, as estimulantes possuem uma ação contrária. Elas aceleram as atividades do sistema nervoso central, deixando o usuário mais ligado, ansioso e agitado. Anfetaminas e cocaína são exemplos de drogas estimulantes.

-Drogas perturbadoras: as substâncias químicas dessas drogas têm a capacidade de alterar a atividade cerebral, causando alucinações no usuário e mudanças no seu estado emocional. Como exemplos, podemos citar a maconha, LSD e Ecstasy.

Efeitos causados pelas drogas nos usuários

Narcóticos: são drogas com compostos fortes que causam a sensação de torpor, cujo consumo é proibido ou podem ser consumidos somente mediante apresentação de prescrição médica. Sua ação no organismo causa sonolência, além de deixar o corpo mais dormente e anestesiado. Essas substâncias são o ópio, heroína ou morfina, que causam efeitos colaterais como náuseas, vômitos e prisão de ventre.

Álcool: o álcool pode agir no organismo do indivíduo como um desinibidor, deixando o indivíduo mais alegre e ativo na sua atividade atual. Pode desencadear confusões de raciocínio quando utilizado em grande quantidade, perda da noção do tempo, e pode ser uma bebida estimulante ou deprimente. A droga pode levar o usuário a um longo processo depressivo, que pode confundir seus pensamentos, sentimentos e desejos. Pode causar danos prejudiciais à saúde, afetando órgãos como o fígado, coração e estômago.

Cocaína: é uma droga que pode ser consumida de 3 formas (aspirada, injetada ou fumada) e atua fazendo com que o usuário fuja da realidade, podendo ficar agitado e com uma sensação de felicidade. É uma substância que causa dependência química e pode levar à morte por insuficiência cerebral ou infarto do miocárdio. Com o uso contínuo da droga, o usuário passa a sentir menos prazer e sente-se cansado com mais frequência.

Maconha: é uma planta consumida em alguns rituais religiosos, como entretenimento e até mesmo utilizada em medicamentos. Seus efeitos causam a diminuição das atividades do sistema nervoso e deixam o usuário mais lento, sem noção do tempo real e com dificuldade na memória a curto prazo, além de apresentar leves estágios de euforia. Dentre os efeitos colaterais, percebe-se a boca seca, apetite, dificuldade na concentração e vermelhidão ocular.

Ao serem consumidas, as drogas acima citadas atuam no sistema nervoso, que é responsável pelas funções do corpo. Como suas células não se regeneram, mantêm-se as mesmas durante toda a vida.

 

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643