Grupo Recuperando Vida

como internar um alcoolatra contra a vontade dele 1

Como internar um alcoólatra contra a vontade dele

Como internar um alcoólatra contra a vontade dele

O alcoolismo é um problema de saúde bastante severo. Quando a bebida alcoólica deixa de ser um hábito, se torna mais do que um vício e vira uma doença, o dependente do álcool precisa ser tratado o quanto antes for possível.

Alcoólatras têm dificuldades para trabalhar, se relacionar com as pessoas e viver normalmente, se tornando pessoas impulsivas e violentas que entram em constantes conflitos com filhos, cônjuges, familiares e amigos, deixando a situação sem controle.

Quando as coisas chegam a esse estágio, a internação do indivíduo em uma clínica de recuperação é uma das poucas garantias que ele pode ter de voltar a ter uma vida normal e saudável, antes que ele perca os seus entes queridos ou sofra com doenças graves como a cirrose, por exemplo.

Entretanto, esta pode se tornar uma situação de crise se o indivíduo dependente do álcool não quiser voluntariamente ser internado em uma clínica de recuperação. Nas conversas com as famílias, é possível notar, principalmente, duas frequentes reações:

O sujeito simplesmente não consegue perceber que o seu vício em bebidas alcoólicas se tornou uma doença corrosiva, que já prejudicou até mesmo seu sistema nervoso central. A pessoa nao reconhece o vício e se irrita quando tocam no assunto.

Outra situação bastante comum é o alcoólatra reconhecer que está doente, mas acreditar que o seu problema não é severo o suficiente para que ele precise ser internado em uma clínica de recuperação.

Uma vez que o sujeito recuse ser internado voluntariamente, a família pode solicitar uma internação compulsória, contra a vontade do alcoólatra. Por mais que este processo nunca seja fácil para as famílias, na esmagadora maioria das vezes, o alcoólatra abandona a resistência com o tempo é passa a aceitar o tratamento de forma pacífica.

O primeiro passo para conseguir internar o alcoólatra involuntariamente é entrar em contato com uma clínica de recuperação devidamente regulamentada para realizar os procedimentos com as técnicas corretas, seguras e mais eficientes no combate ao alcoolismo.

O dependente precisa ser avaliado por um  de médico para verificar se ele realmente precisa ser internado, pois este costuma ser o último esforço na luta contra o alcoolismo. Constatada a necessidade de internar o alcoólatra, a clínica pode prosseguir com o seu trabalho.

O Ministério Público precisa ser notificado sobre o procedimento de internação involuntária do alcoólatra, a respectiva solicitação da família e a autorização com laudo médico para acontecer sob a proteção da lei. Procedimentos feitos sem esta burocracia podem ser denunciados como cárcere privado – mas estes trâmites são viabilizados pela clínica.

A família pode ficar tranquila quanto ao procedimento de internação. A clínica conta com profissionais experientes e capacitados que sabem as técnicas corretas para internar pessoas contra a vontade delas, evitando que se machuquem, mesmo em caso de duras resistências à internação.

É um processo triste e doloroso, mas necessário para que seu ente querido possa voltar a ter uma vida feliz e saudável ao lado das pessoas que ama.

VEJA TAMBÉM:

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Grupo Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

[ratings]

Open chat
Grupo Recuperando Vida Olá! Como posso ajudar?